top of page
Buscar

Fé cigana: magia, natureza e Santa Sara Kali


A fé cigana é como toda e qualquer fé. Mas se manifesta a partir de uma riqueza humana e cultural diversa da que os povos ocidentais conhecem.


Os ciganos não possuem pajés, curandeiros ou ainda feiticeiros, pois cada cigano e cada cigana aprende desde cedo a desenvolver seus talentos para a magia, desenvolvendo algum dom místico, por mais simples que seja. Portanto, são feiticeiros por si mesmos.


Também é possível dizer que a fé cigana se manifesta por uma crença inerente a todo povo cigano que, em maior ou menor grau, se considera portador de virtudes doadas por Deus como patrimônio de berço, cabendo a cada um desenvolver e aprimorar seus dons divinos da melhor e mais adequada maneira.


Existem autores que citam que cada grupo cigano tem seu feiticeiro particular denominado kakú. Porém, isso pode variar de clã para clã. Para alguns essa palavra significa apenas tio, enquanto para outros é dotada de grande significado.


O ciganos adoram e reconhecem um Deus unitário (embora a espiritualidade se manifeste por meio de muitas outras divindades). Até por isso procuram viver em contato estreito com a natureza, enxergando na própria manifestação do mundo natural divindades de grande poder e pureza.


A fé cigana também está ligada aos astros do céu, que julgam abençoar aos seus. E por isso clamam por chuva, por água, por abundância dos rios, mares, cachoeiras, árvores das matas, enfim, por toda flora e fauna que nos abraça e alimenta.


Respeitam os trovões e a força devastadora dos raios e o fogo, que aquece, protege e purifica.

A fé cigana faz com que admirem os pássaros, as flores, os animais e toda forma de vida que brota da natureza, pois entendem que todas são maneiras de Deus se revelar aos homens, sendo tratados portanto com carinho e respeito.


Os ciganos e cigans também compreendem que o ar é energia vital, o elemento vivificante da vida e oram para que as ventanias, tufões e vendavais não destruam seus acampamentos e seus lares (tendas).


Os povos ciganos são místicos por essência e trazem latente na alma a religiosidade e o amor pelas divindades e, dentro de seu mundo espiritual, mantém seu equilíbrio e harmonia cultuando a grande Kali. Santa Sara Kali é tida como a santa do povo cigano.

Atualmente, devido à presença de ciganos em praticamente todos os cantos do mundo, o culto a Santa Sara Kali pode ser tido como um elemento de união, sendo encontrado em praticamente todas as casas e tendas onde habitam. Dentre as lendas, diz-se que a própria Sara Kali teria sido cuidada pelo povo cigano e os ajudou a tornarem-se unidos, desenvolvendo-se assim como povo e como cultura, mesmo estando ligados a muitas terras por toda parte no mundo.



13 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page